Eugénio de Andrade

Um dos grandes poetas portugueses, nos seus livros encontramos, disse Sena, uma «poesia do ser e do amor, entre a carne e o espírito, lá onde as almas não existam para torturar-se e os corpos não saibam o que seja traírem-se». O seu primeiro livro é de 1939, mas é com As Mãos e os Frutos (1948) que ganha consagração crítica. É certo que foi fun...

Um dos grandes poetas portugueses, nos seus livros encontramos, disse Sena, uma «poesia do ser e do amor, entre a carne e o espírito, lá onde as almas não existam para torturar-se e os corpos não saibam o que seja traírem-se». O seu primeiro livro é de 1939, mas é com As Mãos e os Frutos (1948) que ganha consagração crítica. É certo que foi funcionário público e viveu no Porto, para onde se mudou em 1950, até ao fim dos seus dias, mas a sua autêntica vida foi a poesia, esse lugar onde, disse ele, «o desejo ousa fitar a morte nos olhos».

Mais

Eugénio de Andrade Existe um produto.

Mostrando 1 - 1 de 1 item