António Carlos Cortez

Professor, poeta, crítico literário e ensaísta. Publicou, desde 1999, quinze livros de poesia. Destacam-se, da sua obra poética, títulos como Depois de Dezembro (Licorne, 2010), vencedor do Prémio da SPA para o Melhor Livro de Poesia 2011); a antologia A Dor Concreta (Tinta da China, 2016), a que foi atribuído o Grande Prémio de Poesia Teixeira ...

Professor, poeta, crítico literário e ensaísta. Publicou, desde 1999, quinze livros de poesia. Destacam-se, da sua obra poética, títulos como Depois de Dezembro (Licorne, 2010), vencedor do Prémio da SPA para o Melhor Livro de Poesia 2011); a antologia A Dor Concreta (Tinta da China, 2016), a que foi atribuído o Grande Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes 2017 da APE; e outros volumes de poesia, Animais Feridos (Dom Quixote, 2016), finalista para o prémio do Correntes d’Escritas, Corvos Cobras Chacais (Editora Jaguatirica, Rio de Janeiro, 2017), finalista para o Prêmio Oceanos 2017, e Jaguar (Dom Quixote, 2019), galardoado com o Prémio Literário Ruy Belo e o Prémio Literário António Gedeão da FENPROF, ambos em 2020. 

É autor de Nos Passos da Poesia – A Pedagogia do Texto Lírico (Apenas Livros, 2005), Voltar a Ler – Alguma crítica reunida (sobre poesia, educação e outros ensaios) (Gradiva, 2019), e Poética com Dicção – 16 poetas brasileiros para ler hoje (Gato Bravo, 2020). 

Mais

António Carlos Cortez Existe um produto.

Mostrando 1 - 1 de 1 item