A paixão de Lou Reed: o tesouro escondido

Publicado . 2018-06-07 | Categorias . Artigos

É fácil dizer que este livro - este tesouro escondido do catálogo da Guerra e Paz - é uma obra-prima. Podia dizê-lo por ser o editor, mas é também essa a avaliação de milhares de leitores em todo o mundo. E há esses especialíssimos leitores que são os outros grandes escritores. Vladimir Nabokov, T.S. Eliot ou Saul Bellow. Escritores geniais que ao lerem Nos Sonhos Começam as Responsabilidades, da autoria de Delmore Schwartz, logo disseram que o mundo estava perante uma obra-prima.

Um adolescente, de que nunca saberemos o nome, assiste à projecção de um filme mudo num velho cinema de Nova Iorque. Para seu espanto e agitação, as imagens que desfilam na tela são as do romance dos seus próprios pais. Tal como o protagonista, Delmore Schwartz tinha 21 anos quando escreveu esta história. Nascido em Brooklyn, Delmore foi, acima de tudo, um retratista de Nova Iorque e dos seus jovens heróis à descoberta do seu mundo. Este livro é uma ode nostálgica à cidade que nunca dorme. A mais bela, alucinatórioa e comovente que alguma vez foi escrita. 

Estarei a exagerar? Lou Reed, o excepcional Lou Reed, não me deixa mentir. Foi aluno de Delmore Schwartz e disse: «Foste o homem mais excepcional que conheci. Conseguias captar as emoções mais profunda na linguagem mais simples... Escreveste o maior conto alguma vez escrito. Nos Sonhos

Este é uma das mais secretas preciosidades do catálogo da Guerra e Paz. Um livro abençoado. E com um desvairado e apaixonado prefácio de Lou Reed.

Partilhe este conteúdo