Enquanto uma fina neve cai

Publicado . 2019-01-28 | Categorias . Artigos

Ontem, na presença do autor, no belíssimo Palácio Belmonte, foi apresentada a edição bilingue de Enquanto uma Fina Neve Cai, da autoria de Howard Altmann. São 33 poemas, seleccionados de diferentes obras do autor: dão corpo ao livro que em inglês leva o título As a light snow keeps falling. O livro chegará às livrarias daqui a uma semana, no dia 5 de Fevereiro.

Eugénia de Vasconcellos, poeta, autora de O Quotidiano a Secar em Verso e de Sete Degraus sempre a Descer, converteu os 33 poemas de língua inglesa de Howard Altmann em 33 poemas em língua portuguesa.

Como editor, este livro deu-me uma alegria a que não sei dar nome, por juntar nele dois poetas.

Se tivesse de escolher um símbolo que na minha cabeça classificasse a poesia de Howard Altmann, eu escolheria a ideia de sussurro, um sussurro delicado, sereno e contido.

Pelo contrário, se tivesse de escolher uma palavra que designasse a poesia de Eugénia de Vasconcellos, escolheria o termo explosão, por ser a poesia dela abertamente discursiva, interpelativa, frontal.

Este livro, Enquanto uma fina neve cai, é o palco dessa tensão. No fim, é a poesia de Howard que triunfa, porque a Eugénia lhe foi inteligentemente fiel.

Mas não se admirem se, quando forem ler este livro, ouvirem e sentirem, por vezes, o som fundo e distante de uma explosão.

Obrigado Eugénia, obrigado Howard, por esta vitória da poesia.

Partilhe este conteúdo