Atlas do Antigo Egipto

Publicado . 2022-02-02 | Categorias . Artigos

.

.

.

.

Conhecemos as pirâmides, os hieróglifos e os faraós, mas o que sabemos sobre a vida social, cultural ou política do Antigo Egipto? No Atlas do Antigo Egipto, somos convidados a explorar a história fascinante desta civilização, através de uma abordagem histórica e geográfica ímpar, ao longo de trinta dinastias, desde 3000 a. C. até à conquista de Alexandre, em 332 a. C. O livro, que agora chega a Portugal, numa edição Guerra e Paz Editores traduzida por Isabel Lopes, resulta do rigoroso trabalho da historiadora francesa Claire Somaglino, em colaboração com a cartógrafa Claire Levasseur, e apresenta mais de 70 mapas e documentos fundamentais para a compreensão deste período marcante da história da humanidade. O Atlas do Antigo Egipto estará disponível na rede livreira nacional a partir do próximo dia 8 de Fevereiro e fará parte da colecção de Atlas da editora. 

 

 

Aceite o convite da historiadora francesa Claire Somaglino e parta à descoberta da vida social, cultural e política do Antigo Egipto, explorando-o para lá do imaginário familiar das pirâmides, dos hieróglifos e faraós. No Atlas do Antigo Egipto, a especialista no estudo das fronteiras do Antigo Egipto leva-nos a reconstituir, de forma sucinta, mas rigorosa, tanto as origens como os quatro períodos-chave da antiga civilização: o Império Antigo, o Império Médio, o Império Novo e o Período Tardio. 

 

Com recurso a dezenas de mapas, infografias, planos e esquemas, criados exclusivamente para esta edição pela cartógrafa francesa Claire Levasseur, acompanhamos o desenvolvimento desta civilização em interacção com o Nilo, desde o coração de África até ao seu delta no Mediterrâneo. Assista à instituição do Império Antigo, conhecido pela edificação das pirâmides. Descubra como eram constituídas as campanhas que as ergueram e ainda a forma como se estruturava a sociedade de então, liderada pelo rei e por uma elite real que exploravam os recursos do território.

 

No capítulo dedicado ao Império Médio, percebemos como é que os reis se aproximaram dos deuses e apelaram à lealdade da elite regional para afirmar o poder sobre todo o Egipto. Depois assistimos à forma como os faraós do Império Novo tiveram de enfrentar os outros grandes impérios: o seu domínio sobre a população passou principalmente pela assimilação dos deuses. 

 

Por fim, testemunhamos a decadência do império com a chegada das guerras civis do Período Tardio, que fragmentaram o país e enfraqueceram os governantes, em favor de líderes externos. O império viria a ser conquistado por Alexandre Magno em 332 a. C., dando início ao Período Greco-Romano.

 

Rigoroso, fascinante e didáctico, este é um documento essencial para a compreensão deste período marcante da história da humanidade. O Atlas do Antigo Egipto chega às livrarias de todo o país no próximo dia 8 de Fevereiro. O livro poderá ainda ser encomendado através do site oficial da editora. Este é o sexto  livro de uma colecção aclamada pelos leitores e pela crítica, que a Guerra e Paz iniciou com a publicação do  Atlas Histórico de África – Da Pré-história aos Nossos Dias, a que se seguiram o Atlas do Império Romano – Construção e Apogeu, 300 a. C.-200 d. C,Atlas Histórico do Médio Oriente, o Atlas Histórico dos Estados Unidos da América e o  Atlas do Holocausto – A Execução dos Judeus da Europa, 1939-1945. Para 2022, a Guerra e Paz prevê ainda quatro novas edições, entre as quais o Atlas da Guerra Fria – 1947-1990: Um Conflito Global e Multiforme.

 

 

 

Atlas do Antigo Egipto

Autor: Claire Somaglino

Cartografia: Claire Levasseur

Tradução: Isabel Lopes

Não-Ficção / Atlas

176 páginas · 17x24,5 · 20,00 €

Nas livrarias a 8 de Fevereiro 

Guerra e Paz Editores 

.

.

.

Partilhe este conteúdo