Guerra e Paz Editores: os livros de Maio 2022

Publicado . 2022-05-02 | Categorias . Artigos

Nas livrarias a 3 de Maio:

Os MortosJames Joyce
Uma novela de Dublin. O baile anual das irmãs Morkan, entre Natal e o Ano Novo. Uma noite de evocação e de elegia: emergem e caem graciosamente, como flocos de neve, os vivos e os mortos.

O EsqueletoCamilo Castelo Branco
Nicolau, homem de 40 anos, casa com a inocente prima de 16. Antes, abandonou a amante francesa, a quem logo volta. Mas talvez Beatriz, a prima, não seja tao inocente como Nicolau pensava. Esse é o adultério. O esqueleto aparece anos depois.

EnfermariaAna Paula Jardim
Uma perturbadora viagem poética. Cura e doença, morte e salvação, numa evocação desassombrada de improvável beleza que habita, também, na enfermidade e na dor.

A Decadência da Arte de MentirMark Twain / A Decadência da MentiraOscar Wilde
Neste livro, que reúne dois curtos ensaios, Mark Twain e Oscar Wilde fazem o elogio da arte de mentir e da necessidade dessa arte. Um livro irreverente e imaginativo.

Marquês de Pombal, Réu ConfessoCamilo Castelo Branco
Camilo diz-nos quem foi o Marquês de Pombal. «Um homem feroz», garante o autor de O Amor de Perdição. Uma biografia implacável, que faz de Pombal um réu confesso.

.

.

Nas livrarias a 17 de Maio:

Jakob, o Mentiroso, Jurek Becker
Um milhão de livros vendidos em todo o mundo. Chega agora, a Portugal, este romance inédito. Jakob, um judeu, mente aos seus compatriotas, no gueto. E se mente é para os salvar…


A Mão e a Luva, Machado de Assis
Guiomar, a heroína deste romance, tem três pretendentes: um homem de espírito, um tolo e um calculista. Qual deles escolherá? Nós, leitores, é que não nos enganamos ao escolher a genialidade de Machado de Assis.

Português de A a Z – Armadilhas e Maravilhas da Língua, Marco Neves
Uma ferramenta para quem escreve, eis o que o leitor vai encontrar neste livro. Desarmadilha a língua, tira dúvidas. Melhore a sua leitura, melhore a sua escrita, melhor a sua fala.

O Atraso Português – Modo de Ser ou Modo de Estar? João Maurício Brás
Somo mesmo um povo e um país atrasado? E a que se deve o nosso atraso? O filósofo João Brás procura aqui fazer o elenco das razões mais profundas do nosso atraso estrutural.

 

.

.

.

Nas livrarias a 31 de Maio:

Falso Amanhecer, Edith Wharton
Um jovem de Nova Iorque é mandado pelo pai à Europa para comprar boa pintura europeia. Lewis Rayce vai descobrir, no velho mundo, um mundo completamente novo. Mas poderão o pai e Nova Iorque entender a faísca da novidade?

Impressão Indelével, Camilo Castelo Branco
Foi um dos quatro livros que inaugurou, em 2006, a actividade da Guerra e Paz editores. Recuperamos essa história de amor macabro, que nega fisicamente a morte. Muito belo, o prefácio de João Bénard da Costa.

Revolver, Sérgio Almeida
A poesia de Sérgio Almeida tem a coragem da grande simplicidade, por vezes da humildade, mas é depois capaz de ser também satírica, nalguns versos roçando com desassombro o non-sense. Reflexão, lirismo, quotidiano, nada lhe é estranho.



Raul Caldeira – O Pioneiro da Gestão Pessoal, Myriam Gaspar
Em 1955, aos 28 anos já dirigia o departamento de pessoal da CUF. Foi um pioneiro na metodologia, criando provas de selecção de quadros. Queria ser médico de pessoas, acabou médico de empresas.

.

.

.

.

Guerra e Paz editores: porque é preciso virar a página

.

.

.

.

.

Partilhe este conteúdo