A Estrutura das Revoluções Científicas

Publicado . 2018-04-11 | Categorias . Artigos

Prometi vir aqui regularmente revelar tesouros escondidos. Há no nosso catálogo uma pérola que pode ter passado despercebida a alguns dos nossos amigos leitores. Escrito por um físico americano, Thomas S. Kuhn, o livro Estrutura das Revoluções Científicas converteu-se numa pequena e deliciosa Bíblia para todos os que se interessam pela filosofia e História das Ciências. O célebre filósofo Richard Rorty afirmou mesmo que era o mais influente livro de filosofia em língua inglesa da segunda metade do século XX.

Kuhn abandonou a física e servindo-se do seu conhecimento da prática científica concentrou a sua investigação na História e na filosofia das ciências. Neste livro, que é essencialmente uma extraordinária lição não-autoritária, Kuhn aborda a história das ciências e da prática científica em três distintas facetas: psicológica, sociológica e epistemológica. Não se assuste, por favor: o livro está longe de ser uma tese chata e impenetrável. Pelo contrário. Usando exemplos e histórias fascinantes, Kuhn mostra que o triunfo de uma teoria científica pode, por exemplo, ser atrasada pela resistência de um velho cientista que se lhe oponha, influenciando a comunidade dos praticantes dessa área. Ou seja, para uma nova teoria tiunfar, além da resposta válida a um problema, pode ser necessário que os adeptos da velha teoria morram. Há outros aspectos, também, surpreendentes que fazem, por vezes, triunfar uma teoria. A beleza da teoria da relatividade foi, por exemplo, um factor que aproximou estética e afectivamente os praticantes da ciência da teoria de Einstein. 

Este livro consagra três conceitos que hoje utilizamos abundantemente, o de paradigma - um certo quadro de problematização e pensamento - o de revolução científica e o de ciência normal. É uma leitura exaltante, com magnífica tradução de Carlos Marques. Vendeu mais de um milhão de exemplares em todo o mundo e é um livro obrigatório nas universidades onde a História e Filosofia das Ciências se estuda. Está aqui à sua espera, e é uma leitura ao alcance de todos, sem necessitar de nenhuma especialização.

Partilhe este conteúdo