-10%

Preço reduzido! JÁ BOCAGE NÃO SOU Ver maior

JÁ BOCAGE NÃO SOU

Novo produto

Autor(es): José Jorge Letria

Lisboa, ano da graça de 1805. À boca da morte, Bo­cage, o poeta maldito, recorda a sua vida. Vendo a gadanha da velha senhora avançar, deixa para a pos­teridade o testemunho de uma existência intensa.

Mais detalhes

11,79 €

10,61 €

Adicionar à Lista de desejos

Lisboa, ano da graça de 1805. À boca da morte, Bo­cage, o poeta maldito, recorda a sua vida. Vendo a gadanha da velha senhora avançar, deixa para a pos­teridade o testemunho de uma existência intensa.

Os longos anos passados no Oriente, as aguerridas lutas poéticas, a inveja dos poetas menores, a feroz luta contra a censura eclesiástica e os excessos fra­descos, a perseguição política movida pelos «mos­cas» de Pina Manique e a prisão, tudo temperado por uma vida amorosa rocambolesca e libertina.

Com a combatividade que é seu timbre, José Jor­ge Letria traz para o nosso tempo o século XVIII, um século revolucionário, gerador de novas ideias e novos sentimentos, mas também de perseguições e obscurantismo.

Resgata Bocage, nome cimeiro da poesia portuguesa, figura contraditória e complexa, cuja memória transcende muito o anedotário po­pular e a piada fácil a que é tantas vezes associado.

Nº de Páginas 144
Ano de Edição 2016
ISBN 978-989-702-195-4
Formato 15x23
Autor(es) José Jorge Letria