-30%

Preço reduzido! CORRESPONDÊNCIA 1943 - 1959: Jorge de Sena e Delfim Santos Ver maior

CORRESPONDÊNCIA 1943 - 1959: Jorge de Sena e Delfim Santos

Novo produto

Autor(es): Filipe Delfim Santos

Quando em 1966 José-Augusto França pergunta por carta a Jorge de Sena se ele «– Soube da morte (coração) do Delfim Santos, em Setembro?», o autor dos Sinais de Fogo respondeu: «– Soube, sim, da morte do Delfim Santos. Mais outro que morre de frustração portuguesa».

Mais detalhes

10,38 €

7,26 €

Adicionar à Lista de desejos

Quando em 1966 José-Augusto França pergunta por carta a Jorge de Sena se ele «– Soube da morte (coração) do Delfim Santos, em Setembro?», o autor dos Sinais de Fogo respondeu: «– Soube, sim, da morte do Delfim Santos. Mais outro que morre de frustração portuguesa».

Certamente evocava o Poeta o amor tão pouco retribuído dele próprio e de Delfim à cultura, ao pensamento e às letras portuguesas – um e outro aguardam ainda o reconhecimento que lhes é devido, entre tantos motivos, pelo seu pioneirismo, pela sua ousadia, pela sua frontalidade e sobretudo por essa tão fértil atitude de exemplar inconformismo e perdurável esperança, sempre iludida e sempre forçosamente adiada, num Portugal que pudesse ser realmente digno dos seus escritores e pensadores.

Nº de Páginas 256
Ano de Edição 2012
ISBN 978-989-702-032-2
Formato 15x23x0,9
Autor(es) Delfim Santos Jorge de Sena