-10%

Preço reduzido! DEDICÁCIAS Ver maior

DEDICÁCIAS

Novo produto

Autor(es): Jorge de Sena

EU SEI QUE A LEITURA DESTES POEMAS [...] FARÁ A ALEGRIA DE MUITA GENTE QUE NÃO CONHECEU OU CONHECEU MAL O JORGE DE SENA, MAS MUITO ENFATICAMENTE LHE DECLARA O MAU GÉNIO E OS ROMPANTES, PORQUE, AO QUE PARECE, TAL LHE ALIVIA AS SUAS PRÓPRIAS FRUSTRAÇÕES.

Mais detalhes

11,32 €

10,19 €

Adicionar à Lista de desejos

EU SEI QUE A LEITURA DESTES POEMAS [...] FARÁ A ALEGRIA DE MUITA GENTE QUE NÃO CONHECEU OU CONHECEU MAL O JORGE DE SENA, MAS MUITO ENFATICAMENTE LHE DECLARA O MAU GÉNIO E OS ROMPANTES, PORQUE, AO QUE PARECE, TAL LHE ALIVIA AS SUAS PRÓPRIAS FRUSTRAÇÕES.

Da nota prévia de Mécia de Sena Figura maior da literatura portuguesa do século XX, Jorge de Sena foi, muitas vezes, objecto de ódios e maquinações, quer por razões políticas quer por pura mesquinhez.

Dedicácias é mais que um livro de poemas satíricos. Nestas páginas, o leitor ouvirá o poeta falar dos que não estiveram «à altura da medida que deviam» – palavras de Mécia de Sena –, verá Sena fustigar com violência o provincianismo português, seja ele literário ou social.

A reedição de Dedicácias, publicado pela primeira vez em 1999, inclui ainda o Discurso da Guarda, proferido por Jorge de Sena a 10 de Junho de 1977, nas comemorações do Dia de Camões.

Um discurso que deu corpo a outra visão de Portugal, num retrato de crença e de esperança. «Dedicácias é um volume incómodo mas irrecusável, com cáusticas dedicatórias a vultos da nossa cultura.» Francisco Belard.

Nº de Páginas 128
Ano de Edição 2010
ISBN 978-989-8174-60-4
Formato 15x23

Clientes que compraram este livro também compraram: