-20%

Preço reduzido! O QUOTIDIANO A SECAR EM VERSO Ver maior

O QUOTIDIANO A SECAR EM VERSO

Novo produto

Autor(es): Eugénia de Vasconcellos

Uma casa, um lugar: o coração, o tempo onde, afinal, existíssemos fora deste problema da habitação. É nómada a tua língua e a minha, dizemos palavras sem morada, desmontando a cada dia as tendas e a poesia sem retorno e sem adeus.

Mais detalhes

12,26 €

9,81 €

Adicionar à Lista de desejos

Uma casa, um lugar: o coração, o tempo onde, afinal, existíssemos fora deste problema da habitação. É nómada a tua língua e a minha, dizemos palavras sem morada, desmontando a cada dia as tendas e a poesia sem retorno e sem adeus.

Não posso chegar nem a ti nem a Ele, nem deixar de caminhar para ti e até Ele. Vivo, amo e digo como quem reza, entre isto e a morte inscrevo o vazio da fé, nele levanto uma casa, um lugar: o coração.

Nº de Páginas 120
Ano de Edição 2016
ISBN 978-989-702-191-6
Formato 16,5x20
Autor(es) Eugénia de Vasconcellos

Sem avaliações neste momento.

Escrever uma avaliação

O QUOTIDIANO A SECAR EM VERSO

O QUOTIDIANO A SECAR EM VERSO

Autor(es): Eugénia de Vasconcellos

Uma casa, um lugar: o coração, o tempo onde, afinal, existíssemos fora deste problema da habitação. É nómada a tua língua e a minha, dizemos palavras sem morada, desmontando a cada dia as tendas e a poesia sem retorno e sem adeus.

Clientes que compraram este livro também compraram: