Livros Existem 275 autores

por página
Mostrando 1 - 36 de 275 itens
  • Adele Faber e Elaine Mazlish

    Adele Faber e Elaine Mazlish, reconhecidas internacionalmente, são especialistas em comunicação entre adultos e crianças, e conquistaram a gratidão dos pais e o apoio entusiástico da comunidade pro?ssional.O seu primeiro livro, «Liberated Parents/ Liberated Children», recebeu o Christopher Award por "mérito literário na afirmação dos mais elevados valores do espírito humano". «Como Falar para as Crianças Ouvirem e Ouvir para as Crianças Falarem» e «Siblings Without Rivalry» venderam mais de três milhões de exemplares e foram traduzidos para mais de vinte línguas.

  • Adolf Hitler

    Adolf Hitler (1889-1945) nasceu na Áustria, na altura ainda parte do império austro-húngaro. Aos três anos, a família mudou-se para a Baviera. Em 1905, Hitler abandona a escola e parte para Viena, onde levaria uma existência boémia e teve o seu primeiro contacto com ideias racistas e antissemitas.

  • Adriano Mixinge

    Adriano Mixinge nasceu em Luanda, em 1968. É autor do romance Tanda e do livro de ensaios Made in Angola: arte contemporânea, artistas e debates. Formado em História de Arte pela Universidade de Havana. Foi investigador no Museu Nacional de Antropologia de Luanda, editor cultural do Jornal de Angola e actualmente, é conselheiro cultural na Embaixada de Angola em Espanha.

  • Agnès Ledig

    É parteira. Começou a escrever em 2005, quando o seu filho ficou doente com leucemia. Todos os domingos, escrevia páginas e mais páginas de dúvidas, es¬perança, sorrisos, lágrimas, pequenas alegrias partilhadas e coragem… a cora¬gem de um menino de cinco anos. 

  • Agnés Martin-Lugand

    Psicóloga clínica, Agnès Martin-Lugand tinha um sonho: ser escritora. Nenhum editor aceitou o seu original. Decidiu publicar o seu primeiro romance por conta própria e o êxito imediato ultrapassou todas as suas expectativas: o e-book tornou-se um best-seller e As Pessoas Felizes Lêem e Bebem Café foi publicado em livro em 2013, alcançando rapidamente a impressionante marca de 150.000 exemplares vendidos.

  • Agustina Bessa Luis

    Nasceu em Vila Meã, Amarante, a 15 de Outubro de 1922. Estreou-se como romancista em 1948, com a novela Mundo Fechado.

  • Alexandre Castro Caldas

    Alexandre Castro Caldas nasceu em Lisboa, em 1948. Fez carreira académica na Faculdade de Medicina de Lisboa, onde foi Professor Catedrático de Neurologia até 2004, ano em que aceitou o desafio de criar o Instituto de Ciências da Saúde na Universidade Católica Portuguesa. Dedicou-se, desde cedo, à investigação científica.

  • Alexandre Dumas

    foi um escritor francês genial, nascido em 1802. O pai, general de Napoleão, filho de um aristocrata e uma escrava, morreu pouco depois, em 1806.

    Estudou no colégio de um padre e começou por trabalhar como funcionário notarial. Em 1823, partiu para Paris, onde, graças à sua elegante caligrafia, se tor­nou secretário do duque de Orleães, mais tarde rei de França.

  • Alexandre Fernandes

    É licenciado em Nutrição e Engenharia Alimentar e em Ciências da Nutrição. Realizou pós-graduações em áreas ligadas à saúde, nutrição e marketing. Tem formação em diversas áreas de autoconhecimento, tais como: astrologia, reiki, mahikari, angelologia, anjos de belvaspata, hipnose do perdão, xamanismo, munay-ki e linhagem do povo maia.

  • Alexandre Honrado

    Nasceu em Lisboa, em 1960 e é licenciado em História. O seu primeiro livro publicado foi extraído de uma colaboração feita com um programa de Rádio.

  • Almeida Garrett

    João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett nasceu no Porto, em 4 de Fevereiro de 1799, e faleceu no ano de 1854, aos 55 anos de idade, em Lisboa, sendo considerado uma figura de incomparável talento na literatura portuguesa e um dos mais geniais escritores portugueses.

  • Álvaro Santos Pereira

    Nasceu em Viseu em 1972. É doutorado em Economia pela Simon Fraser University (Vancouver).

  • Ana Amorim Dias

    Escritora, advogada e empresária, é autora de vários livros e de mais de um milhar de crónicas publicadas em diversos jornais, revistas e publicações digitais. Mãe de dois rapazes e habituada a ter sempre a casa cheia de jovens, entrega-se frequentemente a actividades radicais, sendo normal encontrá-la, perfeitamente integrada, em conversas e momentos nos quais, por regra, “adulto não entra”. 

  • Ana Casaca

    Ana Casaca, 37 anos, é natural de Lisboa. Licenciada em Direito, sempre soube que era na escrita que residia a sua verdadeira vocação. Troca as leis pelas letras e, em 2002, inicia-se no guionismo pela mão de Manuel Arouca, que a convida a integrar a equipa de escrita da telenovela Filha do Mar (TVI, 2002).

  • Ana Clara Guerra Marques

     É mestre em Performance Artística – Dança, pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, e licenciada em Dança – Especialidade de Pedagogia, pela Escola Superior de Dança de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa.

  • Ana Marques

    Nasceu em Lisboa, mas cresceu em Setúbal. Entrou em Sociologia aos 18 anos, já levava na bagagem dois anos de rádio pirata que lhe abriram o apetite para outros voos. Quase licenciada, mudou de cur¬so e fez Ciências da Comunicação. Única mulher da formação de ope¬radores de câmara, por gentileza dos colegas acabava sempre à frente da objectiva. Foi o passo para um cas¬ting numa nova estação de televisão. 

  • Ana Martins Silva

    Ana Martins Silva tinha 14 anos quando foi internada na Pediatria do Instituto Português de Oncologia. 
    Foi uma revolução na vida de Ana. Saiu de casa dos seus pais em Montemor-o-Novo, para entrar num hospital assustador da grande Lisboa que desconhecia. Ao mesmo tempo que lutou contra uma doença terrível, estudou e licenciou-se no Instituto Superior de Economia e Gestão. Hoje, Ana é directora financeira. 

  • Ana Paula Almeida

    Ana Paula Almeida formou-se em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e foi professora do ensino secundário. Iniciou a carreira de jornalista aos 18 anos, no Diário de Notícias, tendo posteriormente trabalhado nos jornais O Jornal, Sete, Jornal de Letras, Jornal de Notícias, Correio da Manhã e A Capital, onde escreveu sobretudo sobre espectáculos e literatura. Colaborou também em diversas revistas, tais como Activa, Cosmopolitan, Egoísta, Volta ao Mundo, Maxim e Exame, entre outras. 

  • Ana Simão

    Nasceu em 1965 em Santarém. É portadora de uma doença rara, Osteogénese Imperfeita (OI), vulgarmente conhecida como a doença dos ossos de vidro ou de cristal. É licenciada em Gestão de Recursos Humanos, com uma pós-graduação no ISCTE. Trabalhou na Câmara Municipal de Santarém, onde exerceu funções na área da cultura, turismo e acção social. Escreve para a revista da APOI (Associação Portuguesa de Osteogénese Imperfeita) e para a Associação Salvador. 

  • Ana Zanatti

    Ana Zanatti nasceu em Lisboa em 1949. Estudou na Universidade de Letras e no Conservatório Nacional, curso de teatro. Quarenta e cinco anos de actividade como actriz de teatro, cinema e televisão, apresentadora de televisão, e locutora de rádio, tendo o seu trabalho sido diversas vezes premiado.

  • Anabela Costa Neves

    Diplomada pelo Magistério Primário de Lisboa, licenciada em Filosofia – U. Nova de Lisboa, mestre em Avaliação – U. Católica Portuguesa (UCP). Foi professora do Ensino Básico, fez alfa¬betização de adultos, leccionou Filosofia e Psicologia, foi assistente e investigadora na UCP e directora-geral do Departamento do Ensino Secundário. É formadora em ava¬liação das aprendizagens e do desempenho docente. Co-autora de várias publicações na área da avaliação.

  • André Brun

    Dramaturgo, cronista, argumentista de filmes como A Vizinha do Lado, André Brun nasceu em Lisboa a 9 de Maio de 1881 e morreu na mesma cidade a 22 de Dezembro de 1926. Foi casado com a escritora Alice Ogando e foi um dos fundadores, em 22 de Maio de 1925, daquela que é hoje a Sociedade Portuguesa de Autores, criada por algumas das mais destacadas figuras intelectuais portuguesas. 

  • André Zylberberg e Pierre Cahuc

    André Zylberberg (n. 1947) é um economista francês. É director emérito de pesquisa do CNRS, membro do Centro de Economia da Sorbonne e da Escola de Economia de Paris. 

    Pierre Cahuc (n. 1962) é um economista francês. Professor na Escola Politécnica de Paris, investigador no Centro de Pesquisa em Economia e Estatística e membro do Conselho de Análise Económica.

  • Andrea Buchanan

    Antes de se tornar escritora, foi pianista, tendo actuado pela última vez no Carnegie Hall’s Weill Recital Hall

  • Andreia Onofre

    Protagonizou percursos diversos, entre os quais o jornalismo, a escrita de guiões, a realização de documentários, alguns prémios pelo caminho, a fotografia desde muito cedo e a pintura desde muito antes.

  • Anna Quindlen

    Anna Quindlen é autora de vários romances, entre os quais se destaca o bestseller Black and Blue, e de livros de não ficção, tais como Living Out Loud e How Reading Changed my Life

  • Antal Szerb

    Uma das principais personalidades da literatura húngara do século XX, nasceu em 1901, em Budapeste, numa família de judeus convertidos ao catolicismo.
    Com uma apetência para as línguas, rapidamente se notabilizou como escritor, tradutor e historiador da literatura.

  • Antoine de Saint-Exupéry

    Nasceu em Lyon, no começo do século XX, a 29 de Junho de 1900. Morreu no céu, quando o seu avião foi atingido por um atirador alemão, durante a II Guerra Mundial. Não foi um grande aluno. Do que ele gostava era de mecânica e não admira que tenha acaba-do por ser piloto de aviões quando chegou a adulto – se é que algum dia chegou a adulto. 

  • Antonieta Lima Ferreira

    Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas – U. de Lisboa, mestre em Avaliação, no Instituto da Educação (U. Lisboa). Foi directora de Serviços de Exames, no Gabinete de Ava-liação Educacional (Ministério da Educa¬ção e Ciência). É professora de Português no Ensino Básico e Secundário, assessora técnico-científica do Conselho Nacional de Educação e formadora em avaliação das aprendizagens. 

  • Antonio Baños Boncompain

    António Baños Boncompain é um jornalista quarentão, que um dia, farto de sofrer com os reveses da economia, decidiu deixar de prestar atenção a essa pseudo-ciência. Tem tido uma vida variada e extemporânea, mas sempre regida pelos cânones próprios de um pensador do início do século: fidelidade ao mileurismo e uma firme adesão à precaridade, tanto laboral como intelectual. 

  • António Costa Santos

    António Costa Santos é português desde 1957, ano em que nasceu na maternidade dos Empregados de Comércio, em Lisboa. Vive da escrita desde 1976, quando se inscreveu como jornalista profissional. 

  • António Eça de Queiroz

    Nasceu em 1952 na Praia da Granja. Entre 1974 e 1975 assistiu em Angola, como militar no activo, ao fim da Guerra Colonial e ao início da guerra civil. Em 1982 teve a sua primeira experiência no jornalismo no já extinto O Comércio do Porto. De 1989 a 2007 foi jornalista no semanário Expresso nas áreas de Economia, Sociedade, Cultura e Lazer.

  • António Graça de Abreu

    António Graça de Abreu nasceu no Porto, em 1947. É licenciado em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa e mestre em História pela mesma Faculdade. Viveu na Alemanha (1966/1967) e foi um dos muitos militares que participaram na fase final (1972-1974) do conflito militar que então dilacerava portugueses, guinéus e a terra mártir da Guiné-Bissau.

  • Arnaud Bédat

    Nascido na Suíça, é jornalista independente e dedica-se sobretudo à investigação. Reconhecido pelos seus trabalhos de pesquisa de grande fôlego, escreve regularmente nas revistas L’Illustré e Paris-Match. Na senda do seu já longo interesse pelos temas que envolvem o Vaticano, partiu à descoberta do novo papa para nos dar a conhecer neste livro um retrato inédito e surpreendente de Francisco, o Argentino.

  • Artur Ribeiro

    Tem uma licenciatura no ramo de Argumento pela Escola Superior de Teatro e Cinema e um doutoramento em Literatura pela Universidade do Algarve. Viveu em Los Angeles e Nova Iorque, onde escreveu e realizou parte do seu primeiro filme de longa-metragem, Duplo Exílio. Nos últimos anos, tem trabalhado sobretudo para televisão, como argumentista e realizador, tendo sido autor de telefilmes e séries para a SIC, RTP e TVI. No teatro, estreou-se como dramaturgo com a peça Onde Estavas Quando Criei o Mundo?, estreada em 2012 no Teatro Nacional D. Maria II.

Mostrando 1 - 36 de 275 itens