-20%

Preço reduzido! Era Uma Vez Um Homem Ver maior

Era Uma Vez Um Homem

Novo produto

Autor(es): João Nuno Azambuja

«a capacidade para o registo polifónico, a agudeza com que se desmontam problemas vários do nosso quotidiano, tudo se mostra num discurso visceral, com que João Nuno Azambuja ataca um dia-a-dia que só pode ser dito dessa forma.»

                                                                             António Carlos Cortez

Mais detalhes

13,68 €

10,94 €

Adicionar à Lista de desejos

«Este livro surpreende-nos pela extrema acutilância com que João Nuno Azambuja nos faz entrar no universo convulso e violento de um eu que, ao longo de uma semana, irá revelar toda a dor e desencanto, toda a ironia e vontade de viver que a própria existência arrasta consigo. A intersecção de planos vários (interioridade, exterioridade, passado, presente e sonho projetado para um porvir equívoco, que se sabe irrealizável), o léxico brutal em diversos momentos, assim como a capacidade de escrever estados de consciência que ocorrem como fluxos ininterruptos de sentimentos díspares, desejo e suicídio, repulsa e compaixão, amor e desencanto, tudo parece ser convocado para páginas onde encontramos uma prosa perfeitamente em consonância com a nossa época.

O monodiálogo, a capacidade para o registo polifónico, a agudeza com que se desmontam problemas vários do nosso quotidiano (economia, política, religião, cultura, filosofia…), tudo se mostra num discurso visceral, excessivo no tom de furiosa sinceridade com que João Nuno Azambuja ataca um dia-a-dia que só pode ser dito dessa forma.»

                                                                             António Carlos Cortez

Nº de Páginas 152
Ano de Edição Novembro 2021
ISBN 978-989-702-695-9
Formato 15x23
Capa Brochado

Sem avaliações neste momento.

Escrever uma avaliação

Era Uma Vez Um Homem

Era Uma Vez Um Homem

Autor(es): João Nuno Azambuja

«a capacidade para o registo polifónico, a agudeza com que se desmontam problemas vários do nosso quotidiano, tudo se mostra num discurso visceral, com que João Nuno Azambuja ataca um dia-a-dia que só pode ser dito dessa forma.»

                                                                             António Carlos Cortez

Clientes que compraram este livro também compraram: