-30%

Canto de Mim Mesmo

Autor: Walt Whitman

Este é o livro em que, diz Jorge Luis Borges, passamos do deslumbramento à vertigem.

Canto de Mim Mesmo é talvez o poema mais importante da obra mais famosa de Whitman, Folhas de Erva, livro, então ignorado e hoje imortal, que revelou um homem de génio.

9,80 

Adicionar aos Favoritos
Adicionar aos Favoritos
Partilhar:
Mais sobre a obra:

Este é o livro em que, diz Jorge Luis Borges, passamos do deslumbramento à vertigem.

Canto de Mim Mesmo é talvez o poema mais importante da obra mais famosa de Whitman, Folhas de Erva, livro, então ignorado e hoje imortal, que revelou um homem de génio.

Canto de Mim Mesmo é um poema inovador, tanto pela forma quando pela linguagem e pelos temas que aborda, tendo-lhe valido inclusivamente ser alvo de censura – tão em voga na altura quanto hoje.

Este grande poema de Whitman é, à sua maneira, um épico americano que celebra a democracia (e, consequentemente, a igualdade) como forma de vida, o ciclo de crescimento e morte como algo natural, a beleza do indivíduo na sua individualidade e no colectivo que é o universo, assim como a natureza, o sexo e a sexualidade como expressão e fusão do eu com os outros e com a natureza.

Este Canto de Mim Mesmo, que faz o elogio do autoconhecimento, da liberdade e da aceitação de «mim mesmo» e de todos os outros, não poderia ser mais actual, num mundo que se fragmenta e se sepulta numa visão de desagregação, o poeta promove a união dos corpos, das almas e do eu.

 

Tradução de João Moita

Ficha Técnica:
Categoria(s): Ficção, Poesia
Colecção: Clássicos Guerra e Paz, Poesia
Nº de Páginas: 96
Ano de Edição: Fevereiro 2022
ISBN: 978-989-702-712-3
Formato: 15x23
Capa: Brochado
Outras sugestões:

Seleccione um ponto de entrega