-10%

Onde Está a Felicidade?

Onde Está a Felicidade?

o romance que ensina a escrever romances

Publicado por Camilo em 1856, Onde Está a Felicidade? é por vezes classificado como um «retrato da sociedade portuguesa» da época. De um lado, temos um rico proprietário, Guilherme, e do outro, a costureirinha de suspensórios de homens que é Augusta, cada um deles representando classes sociais opostas, revelando-se na trama um cortejo de ambições e de hipocrisia moral, com o dinheiro a ser um rio subterrâneo, cujo rumor ensurdece a trama passional.

 

 

14,40 

Adicionar aos Favoritos
Adicionar aos Favoritos
Partilhar:
Mais sobre a obra:

Onde Está a Felicidade?
o romance que ensina a escrever romances

Publicado por Camilo em 1856, Onde Está a Felicidade? é por vezes classificado como um «retrato da sociedade portuguesa» da época. De um lado, temos um rico proprietário, Guilherme, e do outro, a costureirinha de suspensórios de homens que é Augusta, cada um deles representando classes sociais opostas, revelando-se na trama um cortejo de ambições e de hipocrisia moral, com o dinheiro a ser um rio subterrâneo, cujo rumor ensurdece a trama passional.
Mas o verdadeiro tema de Onde Está a Felicidade? é outro, é o da insatisfação. O trio protagonista, Guilherme, Augusta e o poeta, exprime e testemunha uma profunda insatisfação existencial, insatisfação muito mais espiritual do que material. As questões materiais se não são negadas, são, no mínimo, secundarizadas, sendo a felicidade, o romance, a poesia e a literatura os motores de uma busca ética e estética que desemboca quase sempre no cepticismo, justificando o que, em O Penitente, Teixeira de Pascoaes escreveu sobre Camilo: a cara do autor de Onde Está a Felicidade? é muito mais a de Dostoévski do que a de Balzac ou Victor Hugo. Jorge de Sena resumiu assim este primeiro grande romance de Camilo: «Subtil complexidade.»

Esta edição inclui
Nota introdutória de Manuel S. Fonseca. Um capítulo da biografia O Romance do Romancista, de Alberto Pimentel. Um texto de Camilo, retirado de Os Anos de Prosa, sobre o poeta sem nome, central neste romance.

Ficha Técnica:
Categoria(s): Ficção, Literatura de Língua Portuguesa, Sem categoria
Colecção: Clássicos Guerra e Paz, Ficção Portuguesa
Nº de Páginas: 280
Ano de Edição: Fevereiro 2024
ISBN: 978-989-576-039-8
Formato: 15x23
Capa: Brochado
Outras sugestões:

Seleccione um ponto de entrega